Manifesto do coletivo Pó de Poesia

O Poder da Poesia contra qualquer tipo de opressão
Que a Expressão Emocional vença.
E que o dia a dia seja uma grande possibilidade poética...
Se nascemos do pó, se ao morrer voltaremos do pó
Então queremos Renascer do pó da poesia
Queremos a beleza e a juventude do pó da poesia.
A poesia é pólvora. Explode!
O pó mágico da poesia transcende o senso comum.
Leva-nos para um outro mundo de criatividade, imaginação.
Para o desconhecido; o inatingível mundo das transgressões do amor
E da insondável vida...
Nosso tempo é o pó da ampulheta. Fugaz.
Como a palavra que escapa para formar o verso
O despretensioso verso...
Queremos desengavetar e sacudir o pó que esconde o poema...
Queremos o Pó da Poesia em todas as linguagens da Arte e da Cultura.
O Pó que cura.
Queremos ressignificar a palavra Pó.
O pó da metáfora da poesia.
A poesia em todos os poros.
A poesia na veia.


Creia.


A poesia pode.


(Ivone Landim)



sexta-feira, 28 de maio de 2010

Me encontrar...



Quero me encontrar...
Despedir-me de tudo que me afugenta a alma.
Me encontro presa em um casulo.
Observo meus dias passando.
E o relógio é meu pior inimigo.
Sinto fome de amor, paz e brilho nos olhos...
Minha alma tem gritado por socorro
Se existe inferno, me encontro nele.
Renunciei-me...
Abri mão de tudo que um dia sonhei.
A menina imatura cresceu, eis aqui uma mulher.
Ainda menina, só que madura.
Quero encontrar um caminho um lugar em busca de mim mesma.
Quero sentir-me viva, pronta, no ponto, desejo me possuir com toda exatidão.
O ímpeto do meu ser anseia liberdade...
vento no rosto...
gargalhadas sinceras...
espontaneidade...
Olhares sedentos sempre em busca de si mesmo, do outro, da vida.
Ao amanhecer, quero sol no meu jardim.
E que a as flores voltem a sair...
E a vida que anseio, venha fluir em mim...

Camila Senna.


2 comentários:

ventosnaprimavera disse...

Sua poesia demonstra um desejo de mudança, de reencontro, versos que transmitem um solidão sutil na busca de si mesmo.Bem vinda ao blog do po-de-poesia.Parabéns.Tudo de bom pra você.Arnoldo Pimentel

Marcio Rufino disse...

Querida Camila,

Mil perdões, mas tive que exdluir o post Te amo e isso é para sempre, pois estava dando interferência no blog. Tente postar o poema novamente. Bjs!!!