Manifesto do coletivo Pó de Poesia

O Poder da Poesia contra qualquer tipo de opressão
Que a Expressão Emocional vença.
E que o dia a dia seja uma grande possibilidade poética...
Se nascemos do pó, se ao morrer voltaremos do pó
Então queremos Renascer do pó da poesia
Queremos a beleza e a juventude do pó da poesia.
A poesia é pólvora. Explode!
O pó mágico da poesia transcende o senso comum.
Leva-nos para um outro mundo de criatividade, imaginação.
Para o desconhecido; o inatingível mundo das transgressões do amor
E da insondável vida...
Nosso tempo é o pó da ampulheta. Fugaz.
Como a palavra que escapa para formar o verso
O despretensioso verso...
Queremos desengavetar e sacudir o pó que esconde o poema...
Queremos o Pó da Poesia em todas as linguagens da Arte e da Cultura.
O Pó que cura.
Queremos ressignificar a palavra Pó.
O pó da metáfora da poesia.
A poesia em todos os poros.
A poesia na veia.


Creia.


A poesia pode.


(Ivone Landim)



domingo, 26 de dezembro de 2010

CORTES DE VINIL ARRANHADO ABAIXO DA LINHA DA CINTURA


CORTES DE VINIL ARRANHADO ABAIXO DA LINHA DA CINTURA

Todas as enchentes
Já foram anunciadas
Noticiadas
As angústias e suas casas, desabadas
Soterradas
Enquanto louvavam o deus da multidão
Mídia solidão
Sexo livre da comunhão
Paradoxal
Antes do verbo
Da anunciação
Da aceitação
Ou da comida como negação
Na contramão
Da partida de futebol
Esperando o gol que não se faz por merecer
Olhos na tv
Que não lhes vê

3 comentários:

Jorge Medeiros disse...

É isso aí, amigo, rasgue o verbo! As mensagens tem que ser reais! Não basta apenas dar um bom natal e boas festas, não podemos parar de denunciar. Ótima poesia!

Ivone Landim disse...

Arnoldo a maioria das pessoas encontram-se hipinotisadas estão como bois seguindo mentes doentias que se ultilizam de todas as maneiras para tirar o foco do olhar critico e solidario.Aguardo seu novo livro com muita expectativa.Voce brilha com suas palavras essa imensidão de Pó de Poesia.

Silviah Carvalho disse...

Hum! que potência, arrazou neste poema Arnoldo.
Por isso não me chamou né?
já tinha a idéia e amadureceu, isso é ótimo.
Amei.