Manifesto do coletivo Pó de Poesia

O Poder da Poesia contra qualquer tipo de opressão
Que a Expressão Emocional vença.
E que o dia a dia seja uma grande possibilidade poética...
Se nascemos do pó, se ao morrer voltaremos do pó
Então queremos Renascer do pó da poesia
Queremos a beleza e a juventude do pó da poesia.
A poesia é pólvora. Explode!
O pó mágico da poesia transcende o senso comum.
Leva-nos para um outro mundo de criatividade, imaginação.
Para o desconhecido; o inatingível mundo das transgressões do amor
E da insondável vida...
Nosso tempo é o pó da ampulheta. Fugaz.
Como a palavra que escapa para formar o verso
O despretensioso verso...
Queremos desengavetar e sacudir o pó que esconde o poema...
Queremos o Pó da Poesia em todas as linguagens da Arte e da Cultura.
O Pó que cura.
Queremos ressignificar a palavra Pó.
O pó da metáfora da poesia.
A poesia em todos os poros.
A poesia na veia.


Creia.


A poesia pode.


(Ivone Landim)



quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

A vida é bela

A vida se torna pra mim
Infinitamente mais bela
Mesmo vendo sujeiras e estranhezas por aí
Mesmo sem ter companhia no leito
Mesmo sem meu peito sentir dor de amor.

A vida é surpreendentemente mais bela,
A todo instante, a toda hora,
Mesmo com cobranças de filho
Mesmo com o rugir do leão do imposto
Mesmo com sutis falsidades alheias.

A vida é bela por tudo o que vejo
Por tudo o que toco
Por tudo que cheiro
Por tudo o que como
Por tudo o que ouço.

A vida é simplesmente bela
Pois pego tudo isso
Misturo no copo do liquidificador
Depois engulo como vitamina.

6 comentários:

Lenne Butterfly disse...

Puts! Cotidiana que passamos. Dá-me um pouco desta vitamina que eu quero
ficar forte também, rsrsrsrsrssr! Um Beijão.

Arnoldo Pimentel disse...

A vida é bela assim como a descreve, parabéns.

Sergio-SalleS-oigerS disse...

Sabem que a vida é bela? A vida é bela!!!

esferografia disse...

Mesmo quando pensamos que a vida não significa mais nada para nós, é preciso ser feliz.
Procurar por felicidade pode nos levar ao êxtase...
Amei teu blog, sigo o.

Camila Senna disse...

Sim, a vida é realmente bela!
Os momentos ruins se transformam em experiências edificantes.
O que era maldito vira bendito.
E assim, seguimos... Experimentando do mel e do fel, nos alimentando dessa vitamina da vida e suas experiências.

Beijo Jorge!

ps: não pude comparecer ao lançamento do seu livro, mas entrarei em contato com você por email, pois quero meu "bagagem de mão".

Shalom;*

Jorge Medeiros disse...

Olá Janaina Cruz, adorei suas poesias, seu blog e sua família são maravilhosos. Parabéns! Beijos