Manifesto do coletivo Pó de Poesia

O Poder da Poesia contra qualquer tipo de opressão
Que a Expressão Emocional vença.
E que o dia a dia seja uma grande possibilidade poética...
Se nascemos do pó, se ao morrer voltaremos do pó
Então queremos Renascer do pó da poesia
Queremos a beleza e a juventude do pó da poesia.
A poesia é pólvora. Explode!
O pó mágico da poesia transcende o senso comum.
Leva-nos para um outro mundo de criatividade, imaginação.
Para o desconhecido; o inatingível mundo das transgressões do amor
E da insondável vida...
Nosso tempo é o pó da ampulheta. Fugaz.
Como a palavra que escapa para formar o verso
O despretensioso verso...
Queremos desengavetar e sacudir o pó que esconde o poema...
Queremos o Pó da Poesia em todas as linguagens da Arte e da Cultura.
O Pó que cura.
Queremos ressignificar a palavra Pó.
O pó da metáfora da poesia.
A poesia em todos os poros.
A poesia na veia.


Creia.


A poesia pode.


(Ivone Landim)



domingo, 28 de junho de 2009

Ser


O fato de ser, a existência

O que existe realmente em toda a criatura viva.

Natureza íntima de uma pessoa.

A essência, o ser absoluto.


Ser essencial...

Ser infinito...

Ser perfeito...

Ser terreno...

Ser imortal...

Ser supremo, ser soberano...

Primeiro ser...

Ser grande...

Ser dos seres...

Objeto existente em pensamento mas sem existência fora dele...


Ser pensante...


O homem...


Deus...


O ser...


(Ramide Beneret)


Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

3 comentários:

Doroni Hilgenberg disse...

Marcio,

É iss...
A verdadeira essência de uma pessoa, é o Deus que existe
bem no intimo do nosso ser.
feliz de quem encontra essa essência e se projeta nela.
bjs

SAM disse...

Gostei imenso, Ramide!

Abraço

Ariadne Cavalcante disse...

Bela poesia em toda sua essência! Amei! Parabéns! Beijos!